Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Infertilidade: Hospitais públicos vão receber menos pelos tratamentos que realizam

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 set (Lusa) -- Os tratamentos de Procriação Medicamente Assistida (PMA) realizados no Serviço Nacional de Saúde (SNS) vão custar menos ao Estado que baixou a tabela de preços, segundo portaria hoje publicada em Diário da República.

Nesta tabela constam uma consulta e cinco técnicas de PMA, que estão agora mais baratas para o Estado quando sejam realizadas por unidades de saúde públicas.

A consulta de apoio à fertilidade (estudo inicial), antes tabelada por 100 euros, custa agora 92 euros.