Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Indústria: Gráfica de Mirandela avança com venda de ativos para pagar a credores

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jul (Lusa) -- A maioria dos credores da gráfica Mirandela, em Loures, decidiu hoje encerrar a atividade da empresa e avançar para o processo de venda de todos os ativos.

Na intervenção que fez na assembleia de credores da gráfica Mirandela, que se realizou no Tribunal do Comércio de Lisboa, o administrador de insolvência, Rui Castro Lima, admitiu não haver condições para "o estabelecimento continuar a sua atividade", pelo que a empresa deveria "ir para a liquidação".

Os trabalhadores queriam "manter os empregos", disse à agência Lusa Orlando Martins da direção do Sindicato das Indústrias Transformadoras e Energia (SITE), mas acabaram por se abster na votação sobre o encerramento da empresa, pois os restantes credores assim "o impuseram".