Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Incerteza" sobre moeda única "foi muito reduzida", mas não está ultrapassada -- Luís Amado

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 jan (Lusa) -- A "incerteza" sobre o futuro da moeda única "foi muito reduzida", mas a situação ainda não está totalmente ultrapassada, disse hoje o ex-ministro Luís Amado, antecipando que "haverá ainda decisões políticas muito difíceis para tomar".

Em declarações aos jornalistas, à margem da Conferência da Lusofonia, na Assembleia da República, o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo socialista e atualmente presidente do Banif considerou que as "expectativas muito negativas" em relação ao desempenho do euro foram, "em grande medida, superadas", mas sublinhou que tal "não quer dizer que o processo esteja concluído".

Luís Amado reagia assim às declarações do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, que, na terça-feira, em Lisboa, rejeitou a ideia de uma "crise do euro".