Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios/Tomar: Arderam 2.000 hectares de mato e floresta dispersa e algumas construções

Lusa

  • 333

Santarém, 04 set (Lusa) -- O incêndio que lavrou no concelho de Tomar durante mais de 30 horas queimou cerca de 2.000 hectares de mato e floresta dispersa, tendo destruído arrecadações, garagens e anexos e algumas casas devolutas, disse hoje o vice-presidente do município.

José Perfeito, também responsável pela Proteção Civil municipal, referiu à agência Lusa que, num primeiro balanço, este foi o resultado do incêndio que começou cerca das 20:20 de domingo e foi dado como dominado às 05:15 de hoje.

"Na zona afetada não existia floresta ordenada", disse, afirmando que a área ardida era constituída sobretudo por floresta dispersa, mato e muitas plantas invasivas daninhas.