Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios/Madeira:Jardim critica "leviandade" dos "espíritos malignos" que exigem declaração de catástrofe

Lusa

  • 333

Funchal, 24 jul (Lusa ) - O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, criticou hoje a "leviandade" dos "espíritos malignos" que exigem a declaração de catástrofe na região na sequência dos incêndios que deflagraram na última semana nesta ilha.

Falando na inauguração de novos pavilhões no Parque Empresarial de Câmara de Lobos, o líder madeirense disse estar "cansado" e que é "impressionante" verificar as consequências e devastação dos 400 fogos que deflagraram na última semana nesta ilha.

Jardim garantiu que "não vai retirar as corporações de bombeiros dos respetivos bombeiros, em nome de estratégias levianas" defendidas por alguns e censurou os "outros levianos que aparecem a querer que se declare o estado de catástrofe".