Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios/Madeira: Suspeito de atear fogo ficou obrigado a apresentar-se às autoridades a cada dois dias - PJ

Lusa

  • 333

Funchal, 28 jul (Lusa) - O homem detido sexta-feira na Madeira pela Polícia Judiciária, suspeito da autoria de dois fogos florestais ficou obrigado a apresentar-se de dois em dois dias às autoridades, depois de ouvido hoje pelas autoridades judiciárias.

A medida de coação foi confirmada à Agência Lusa pelo coordenador da Polícia Judiciária na Madeira, Ricardo Silva, que se escusou a fazer mais comentários sobre este caso, garantindo apenas que "as investigações relacionadas com os incêndios prosseguem".

"O suspeito ficou obrigado a apresentar-se dia sim, dia não, a cada dois dias portanto", disse o responsável da PJ na região.