Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios/Algarve: Terras ardidas poderão integrar zona piloto da Bolsa de Terras - Ministra

Lusa

  • 333

Faro, 24 ago (Lusa) - A ministra do Ambiente disse hoje que parte dos 26 mil hectares de terras recentemente ardidas em Tavira e São Brás de Alportel poderão integrar uma zona piloto da futura lei da Bolsa de Terras, já aprovada pelo Governo.

"Podemos ter aqui uma zona piloto para testar um série de soluções, nomeadamente as que decorrem da lei da Bolsa de Terras, que eu espero que em setembro possa vir a ser aprovada", disse Assunção Cristas aos jornalistas em Faro, à margem de uma visita que efetuou ao Refúgio Aboím Ascenção.

Aprovada em conselho de ministros em março, a proposta de lei da bolsa de terras implica a disponibilização voluntária por privados de terrenos para fins agrícolas, florestais e silvo-pastoris, tendo como "estímulo positivo" a redução do IMI (Imposto Municipal sobre o Imobiliário).