Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios/Algarve: Autarca de São Brás espera que relatório origine correções no combate aos fogos

Lusa

  • 333

Loulé, 02 out (Lusa) -- O presidente da Câmara de São Brás de Alportel considerou hoje que as conclusões do relatório sobre os incêndios de julho no Algarve estão em sintonia com a análise das autarquias e espera que sejam feitas retificações.

A dificuldade de reposicionamento de meios, a falta de meios perante a dimensão que o incêndio atingiu, alguma descoordenação na determinação de alguns locais e falhas no conhecimento total do terreno por parte dos coordenadores são pontos destacados pelo autarca António Eusébio (PS).

"Efetivamente, sentimos alguma demora na chegada dos meios, nomeadamente a 19 de julho quando o incêndio se propagou até São Brás de Alportel, tarde fatídica em que o incêndio ganhou uma dimensão de tal ordem que acabou por dificultar muito mais a intervenção no terreno", recordou o presidente da câmara.