Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios: Povoamentos de uma só espécie contribuem para alastramento - Ribeiro Telles

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 ago (Lusa) -- O arquiteto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles aponta como causa dos incêndios em Portugal os povoamentos de uma só espécie, que fazem com que o fogo se propague a grandes extensões.

"Os incêndios surgem por causa de os povoamentos serem mono-específicos, quer dizer, serem de uma só espécie, alastrando assim com facilidade a manchas muito grandes", disse hoje à Lusa Ribeiro Telles, também engenheiro agrónomo.

"Em qualquer caso, não só para os povoamentos florestais, como para os matos, como para qualquer situação", a dificuldade em fazer o cadastro dos terrenos e o abandono dos terrenos, o fim das atividades rurais, ajudam também a que o fogo se propague, indicou.