Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Incêndios: Combate a fogo em Setúbal reforçado para proteger habitações

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 ago (Lusa) -- O incêndio na zona do Alto da Guerra, em Setúbal, não está a afetar habitações nem a zona industrial, mas conta com um dispositivo de combate reforçado, mantendo 134 homens, 37 veículos operacionais e um meio aéreo no terreno.

Em declarações à Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal afirmou que "o incêndio progrediu com muita intensidade na fase inicial devido ao vento", e que houve, por isso, "necessidade de reforçar os meios de combate".

A mesma fonte explicou que a zona de mato em que este incêndio deflagrou, às 16:43, "é uma zona com bastantes habitações e algumas indústrias" e não fica longe de uma dependência do Instituto Politécnico de Setúbal.