Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Imprensa sul-africana revela nova investigação à morte de Samora Machel

Lusa

  • 333

Joanesburgo, 12 dez (Lusa) - Uma nova investigação ao acidente aéreo que vitimou o primeiro Presidente de Moçambique em outubro de 1986 foi lançada pelas polícias da África do Sul e de Moçambique, noticia hoje o jornal "Times" de Joanesburgo.

Segundo o jornal, que obteve confirmação de uma fonte da unidade de investigação "The Hawks" e de uma fonte da Presidência sul-africana, a nova investigação foi aberta depois de a polícia ter recebido "novas informações", fornecidas por uma fonte não identificada, em janeiro deste ano, e que incluem documentos inéditos.

Os documentos, salienta o artigo do "Times", voltam a sugerir a hipótese de as autoridades de o regime do "apartheid" terem interferido na rota do "Tupolev TU-134" presidencial moçambicano com recurso a falsos sinais de rádio - conhecidos em aeronáutica como VOR - e que teriam atraído o aparelho para as montanhas dos Libombos, na zona fronteiriça de Mbuzini, onde viria a embater, com um saldo de 34 mortos e nove feridos.