Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Imprensa alemã enfrenta maior vaga de despedimentos e encerramentos desde o pós-guerra

Lusa

  • 333

Berlim, 01 dez (Lusa) -- A crise económica atingiu a imprensa alemã que enfrenta uma vaga de despedimentos e de encerramentos, perante a evidência que a concentração de meios de comunicação não é a solução para o problema, noticiam hoje as agências internacionais.

Na próxima sexta-feira, dia 07, sairá o último exemplar do diário económico alemão "Financial Times Deutschland" (FTD), cuja direção comunicou o seu encerramento no passado dia 23, duas semanas depois do jornal diário "Frankfurter Rundschau" (FR) ter apresentado o pedido de insolvência.

Com uma tiragem diária de 100 mil exemplares, o "FTD" surgiu no ano 2000 como versão alemã do homónimo anglo-saxónico e, desde então, competia no mercado da imprensa económica com o jornal "Handelsblatt".