Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Imposto sobre depósitos pode matar a economia do Chipre - analistas

Lusa

  • 333

Nicósia, 17 mar (Lusa) -- A decisão inédita da União Europeia (UE) de impor uma taxa sobre os depósitos bancários no Chipre, em troca do resgate financeiro, pode matar a economia do país, um importante centro financeiro, de acordo com analistas do setor.

"As consequências podem permanecer no longo prazo", considera Fiona Mullen, uma analista económica especialista no Chipre, ouvida pela agência noticiosa francesa AFP.

Segundo acrescentou, "os serviços financeiros e comerciais são os únicos setores que geram emprego e receitas fiscais", e estes arriscam-se a sofrer uma dupla penalização, tanto por via da taxa sobre os depósitos bancários como pelo aumento do IRC.