Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Imposto sobre depósitos faz sentido no caso do Chipre - bancos alemães

Lusa

  • 333

Berlim, 17 mar (Lusa) - O presidente da Federação de Bancos Alemães, Andreas Schmitz, saudou hoje o acordo alcançado para o resgate financeiro ao Chipre e considera que a taxa sobre os depósitos é uma medida justificada no caso do Chipre.

"Estou satisfeito que se tenha encontrado uma solução antes do esperado para o Chipre. Com este acordo, teremos mais estabilidade na zona euro", disse o representante dos bancos alemães em declarações ao jornal alemão Rheinische Post, citado pela agência EFE.

Segundo Andreas Schmitz, o imposto aplicado sobre os depósitos bancários tem de ser encarado como "uma medida extraordinária e excecional" que, no caso do Chipre, tem razão de ser.