Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Imposição de laquear trompas não é aceitável e abre precedente grave - Associação Bioética

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 jan (Lusa) -- O presidente da Associação Portuguesa de Bioética afirmou hoje que não se pode impor a laqueação de trompas a uma mulher com capacidade de fazer escolhas livres, alertando para o grave precedente que a medida pode criar.

"Do ponto de vista de análise ética, ou uma mulher tem capacidade para se autodeterminar e fazer escolhas livres ou não tem, mas se tem, não se pode fazer essa imposição", afirmou Rui Nunes à Lusa, comentando a decisão de um tribunal de retirar os filhos a uma mãe, por incumprimento de um acordo que previa, nomeadamente, a laqueação de trompas.

O especialista, também membro do Conselho Nacional de Ética da Ordem dos Médicos, vai mais longe, considerando que a laqueação não deve sequer ser aconselhada a uma mulher, por esta não ter condições para criar os filhos.