Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Importações de Angola ultrapassaram as exportações pela primeira vez de janeiro a março

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) - A compra de petróleo angolano por parte de Portugal provou este trimestre uma inversão da balança comercial dos dois países, com Lisboa a exportar menos do que aquilo que importa, de acordo com os dados do INE, citados pela AICEP.

Os dados da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), a que a Agência Lusa teve acesso, mostram uma inversão nos primeiros três meses deste ano face ao saldo anual das relações comerciais entre Portugal e Angola, que têm sido, pelo menos nos últimos cinco anos, sempre favoráveis a Portugal.

No que diz respeito ao tipo de produtos que marcam a relação comercial entre os dois países, os 'Combustíveis Minerais' ocupam a quase totalidade das transferências de Angola para Portugal no primeiro trimestre deste ano (99,8%), ao passo que as empresas portuguesas enviam para Angola, principalmente, 'Máquinas e Aparelhos' (25,7% do total) e produtos alimentares (16,5% do total das exportações).