Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

IGCP quer colocar 8.000 ME de dívida até final do ano e admite mais trocas de dívida

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jul (Lusa) -- O Tesouro Português quer colocar até 8.000 milhões de euros em dívida de curto prazo no segundo semestre, com a primeira emissão a realizar-se na próxima quarta-feira, admitindo mais operações de troca de dívida e emissão de dívida de médio/longo prazo.

Segundo o calendário indicativo hoje divulgado pelo IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, os dois primeiros leilões a realizar no segundo semestre deste ano acontecem já a 17 de julho, com a emissão de Bilhetes do Tesouro (BT) com maturidades a cinco e a 12 meses.

Além desta operação, no segundo semestre, o IGCP vai lançar mais cinco leilões de Bilhetes do Tesouro (colocando novas linhas e reabrindo outras), havendo dois leilões com prazo a 18 meses (a maturidade mais longa dos BT), que acontecerão em setembro e dezembro.