Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Idosa lesada pelo BPN já recebeu 100 mil euros de indemnização

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 mar (Lusa) -- A mulher a quem o BPN foi condenado a pagar 100 mil euros já recebeu a indemnização, disse à Lusa o presidente da associação dos clientes lesados, que acredita que este caso pode ajudar à resolução dos processos pendentes.

Os factos remontam a 2008, quando Maria Muge, agora com quase 90 anos, pretendia efetuar um depósito bancário de 200 mil euros no BPN. A idosa, viúva e doméstica, acabou por investir metade desse valor em papel comercial (dívida de curto prazo) emitido pela Cimentos Nacionais e Estrangeiros (CNE), empresa do Grupo BPN que entretanto pediu a insolvência.

Na sentença, conhecida este ano, o tribunal considerou provado que a lesada pretendia fazer "um depósito a prazo" que "não comportasse qualquer risco", mas foi persuadida pelo gerente a aplicar o dinheiro na cimenteira. Desta sentença ainda houve recurso para a segunda instância, que terá voltado a dar razão a Maria Muge.