Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ibero-americana: Economia e fortalecimento institucional são eixos centrais da Declaração de Cádis

Lusa

  • 333

Cádis, Espanha, 17 nov (Lusa) -- O desenvolvimento económico e de infraestruturas, a promoção das pequenas e médias empresas, o reforço institucional e a criação de trabalho "digno" estão entre os eixos centrais da Declaração de Cádis, aprovada hoje pelos líderes ibero-americanos.

A declaração é um dos documentos centrais que foi hoje aprovado na XXII Cimeira Ibero-americana por delegações de 21 países, entre os quais a portuguesa, liderada pelo Presidente da República, Cavaco Silva, e pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

O documento assenta em seis eixos, entre os quais "o desenvolvimento económico ao serviço da cidadania", o investimento em infraestruturas e a promoção das pequenas e médias empresas (PME) "para aumentar a produtividade e a competitividade, assim como para estimular os processos de inovação".