Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Human Rights Watch pede que se detenha desenvolvimento de "robôs assassinos"

Lusa

  • 333

Genebra, 28 mai (Lusa) -- A organização não-governamental de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch pediu hoje a todos os países que detenham o desenvolvimento de armas robóticas totalmente autónomas, conhecidas como "robôs assassinos".

Este tipo de armas, uma vez programadas por uma pessoa, pode selecionar, atacar e matar os seus alvos, civis ou militares, sem a intervenção do ser humano.

"É possível deter o avanço do armamento totalmente autónomo antes que se ultrapassem limites morais e legais, mas só se começarmos a traçar a fronteira agora", assegurou, em conferência de imprensa, o diretor de armamento da Human Rights Watch e fundador da Campanha para Deter os Robôs Assassinos, Steve Goose.