Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Hospital de Portimão vai ter câmara hiperbárica para tratar vítimas de acidentes descompressivos

Lusa

  • 333

Portimão, 03 mar (Lusa) - O Hospital do Barlavento Algarvio, em Portimão, espera ter até ao verão uma câmara hiperbárica, para permitir tratar vítimas de acidentes descompressivos (mergulhadores), de intoxicações por monóxido de carbono ou de surdez súbita, disse à Lusa fonte da unidade.

A câmara é uma estrutura de aço com pequenas janelas, semelhante a um submarino, com cerca de três metros de diâmetro e quinze de comprimento e capacidade para tratar em simultâneo dez doentes, explicou à Lusa o administrador do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio (CHBA), José Ramos.

A medicina hiperbárica consiste no tratamento de patologias em meio ambiente com pressão superior à atmosférica, através da administração de oxigénio puro, por inalação ou direcionado diretamente para a lesão a tratar.