Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Hortas escolares na Guiné-Bissau mudam hábitos alimentares e combatem desnutrição

Lusa

  • 333

Bissau, 11 ago (Lusa) - Crianças que nunca tinham comido uma sopa ou salada ganharam o hábito de ter legumes à mesa graças a um programa que criou 167 hortas escolares na Guiné-Bissau, de acordo com o relatório final do projeto.

O projeto de combate à desnutrição infantil durou três anos e meio e o relatório final mostra resultados muito positivos, disse hoje à agência Lusa o encarregado da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Rui Fonseca.

De acordo com o documento, 2.033 casos de desnutrição aguda grave (DAG) foram tratados nas áreas de intervenção do projeto e centenas de pessoas receberam informação que pode ser valiosa na mudança das ementas tradicionais.