Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Homem que burlou futebolistas condenado a dez anos de prisão

Lusa

  • 333

Porto, 31 out (Lusa) - Um tribunal do Porto condenou hoje a dez anos de prisão efetiva o indivíduo acusado de ter burlado oito pessoas em três milhões de euros, figurando entre elas os ex-futebolistas Hélder, Sérgio Leite e Jorge Couto e o guarda-redes Ricardo.

O tribunal deu assim como provados oito crimes de burla qualificada cometidos por José Carlos Martins entre os finais dos anos 90 do século passado e durante cerca de dez anos, com o "conhecimento e auxílio" da sua antiga mulher, Cláudia Dória, condenada, por sua vez, a dois anos de prisão, também efetiva.

Em relação a esta arguida, "o tribunal ponderou" suspender-lhe a pena, mas por fim prevaleceu a tese de que "o caso é muito grave", disse o juiz João Castro, que presidiu ao coletivo das Varas Criminais do Porto que julgou este caso.