Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Homem já explica metade das alterações climáticas

Lusa

  • 333

Washington, 06 set (Lusa) -- A atividade humana, e as emissões de gases com efeito de estufa associadas, já explica tanto quanto as flutuações normais do clima os fenómenos meteorológicos extremos no planeta em 2012, segundo um relatório científico divulgado na quinta-feira.

Os cientistas, que integraram 18 equipas de investigação, analisaram as causas dos 12 acontecimentos climáticos de intensidade excecional verificados em 2012, como a seca e o furacão Sandy nos EUA, a fusão recorde do gelo ártico ou as chuvas diluvianas no Reino Unido, na Austrália, no sul da Chiba e no Japão.

O relatório, publicado no boletim da Sociedade Meteorológica Americana, sublinha que "os mecanismos meteorológicos naturais e as flutuações normais do clima tiveram um papel chave nestes fenómenos".