Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Homem interrompe plenário do Parlamento e grita que "a democracia é uma ilusão"

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 dez (Lusa) - Um homem interrompeu hoje a partir das galerias o debate quinzenal com o primeiro-ministro no Parlamento gritando que a "democracia é uma ilusão", tendo amachucado o cartão do cidadão, que atirou para o hemiciclo.

O homem, vestido integralmente de preto, com uma saia tipo escocês e meias até ao joelho, foi detido e levado pela PSP para fora das galerias da Assembleia da República.

O homem gritou na altura em que a presidente do Parlamento, Assunção Esteves, dava a palavra ao primeiro-ministro e afirmou: "Agora falo eu".