Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Homem acusado de matar companheira em Braga confessa o crime

Lusa

  • 333

Braga, 21 mar (Lusa) - O homem acusado de matar a companheira com oito facadas, em maio de 2012, em Braga, confessou hoje o crime, alegando que ficou fora de si quando a vítima lhe disse que nunca mais veria o filho do casal.

"Quando venho a mim, já vejo a Maria da Luz [companheira] no chão, numa poça de sangue muito grande", referiu o arguido, no Tribunal de Braga, na primeira audiência do seu julgamento.

O arguido, de 35 anos, garantiu que nunca fora agressivo com a companheira, um ano mais nova, ao longo dos quatro anos em que viveram maritalmente.