Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Histórico guarda-redes mexicano sofre trombose e entra em morte cerebral

Lusa

  • 333

Cidade do México, 04 dez (Lusa) -- Miguel Calero, considerado um dos melhores guarda-redes de sempre do futebol mexicano, entrou em morte cerebral, depois de ter sofrido uma trombose a 25 de novembro, anunciou hoje o Pachuca, clube do ex-futebolista.

"Depois de realizados exames e análises, informamos que o diretor técnico dos guarda-redes, Miguel Angel Calero Rodriguez, entrou em morte cerebral. A partir de agora, continuará em terapia intensiva, sob medidas de suporte vital", explica o Pachuca num curto comunicado.

Calero, de 41 anos, sofreu em finai de novembro uma trombose na artéria carótida direita, mas os primeiros diagnósticos apontavam que não havia risco de vida, embora o estado de saúde do ex-jogador tenha começado a piorar no final da semana passada.