Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Histórico autarca comunista de Serpa vai deixar cargo que ocupa há 33 anos

Lusa

  • 333

Serpa, 02 out (Lusa) - O histórico presidente da Câmara Municipal de Serpa, o comunista João Rocha, vai suspender o mandato e deixar o cargo que ocupa há quase 33 anos, por motivos pessoais, disse hoje o próprio à agência Lusa.

"Vou suspender o mandato" para "prestar apoio a um familiar", afirmou João Rocha, de 61 anos, referindo que vai pedir a suspensão do mandato à Câmara de Serpa "ainda durante este mês".

O autarca, que está a cumprir o nono mandato consecutivo e já não poderia recandidatar-se à Câmara de Serpa, devido à lei que estabelece o limite de três mandatos consecutivos, será substituído pelo atual vice-presidente da autarquia, Tomé Pires. "Saio com o sentimento de dever cumprido", disse João Rocha, mostrando-se convicto de que à frente do município fica "uma equipa que vai garantir a continuação das políticas traçadas".