Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Helder Rosalino admite reduzir horário de trabalho após fase de emergência de Portugal

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 jul (Lusa) - O secretário de Estado da Administração Pública admitiu hoje a possibilidade de reduzir o horário de trabalho, que agora pretende alargar das 35 para as 40 horas semanais, após a atual "fase de emergência" de Portugal.

Helder Rosalino falava hoje no Parlamento, na Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública, onde estão a ser discutidas as propostas de lei que visam alterar o horário de trabalho de 35 para 40 horas semanais e a requalificação dos funcionários públicos.

"Admito que ultrapassada esta fase de emergência, possa estar colocada a possibilidade de alterar novamente o horário de trabalho", disse Helder Rosalino, em resposta à deputada socialista Isabel Santos, sem explicar se tal significa poder regressar às 35 horas semanais.