Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Habitação: Juros descem e prestação média da casa recua para o valor mais baixo do ano

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 ago (Lusa) - A taxa de juro implícita no crédito à habitação voltou a descer em julho, pelo sétimo mês consecutivo, aliviando a prestação média dos contratos para os 280 euros, o valor mais baixo num ano, segundo o INE.

A taxa de juro implícita, que reflete a relação entre os juros vencidos no mês de referência e o capital em dívida no início desse mês, recuou dos 2,235 por cento de junho para 2,126 por cento, mas ainda é superior em 0,316 pontos percentuais à taxa registada em junho de 2010, quando atingiu o valor mais baixo.

Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita de julho foi de 3,838 por cento (menos 0,111 pontos do que no mês anterior), refere ainda o Instituto Nacional de Estatística (INE).