Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Há sempre esperança de abrir atividade no Porto - Solverde

Lusa

  • 333

Espinho, 05 dez (Lusa) -- O presidente do grupo Solverde, Manuel Violas, afirmou hoje à Lusa que mantém a esperança de que venha a ser possível estabelecer atividade no Porto, mesmo que não se traduza pela abertura de um casino.

"Houve um 'timing' para isso acontecer. Temos sempre esperança de que isso possa vir a acontecer. A esperança é sempre a última a morrer. Quem sabe se um dia isso pode acontecer?", disse Manuel Violas.

O responsável da empresa que detém o Casino de Espinho ressalvou que não seria necessariamente algo "fisicamente igual" a um casino e lembrou estar previsto que as máquinas possam sair das salas de jogo.