Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guiné-Bissau e Moçambique apresentam sérios problemas com o tráfico de drogas - Relatório ONU

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 mar (Lusa) -- Guiné-Bissau e Moçambique são os países lusófonos que apresentam problemas mais sérios com o tráfico de drogas, indicou hoje o relatório anual da Agência Internacional de Controlo de Drogas (International Narcotics Control Board - INCB), da ONU.

A África Ocidental, nos últimos dez anos, tem sido a porta de entrada da cocaína da América do Sul com destino à Europa, mas desde 2007 o seu peso tem cindo a diminuir até porque o trágico de droga continua a usar o circuito de contentores , a partir do Brasil.

No entanto, o relatório indica que o golpe de Estado na Guiné-Bissau em abril de 2012 provocou mudanças que podem afetar a luta contra o tráfico de drogas naquela zona do mundo, devido á instabilidade do país.