Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guiné-Bissau: Capital com menos energia desde o início do mês

Lusa

  • 333

Bissau, 27 jun (Lusa) - A capital da Guiné-Bissau está desde o início do mês com aumentos nos cortes de energia em diversas zonas, devidos ao fim do contrato de gestão com uma empresa senegalesa, justificou o diretor da Central Elétrica de Bissau.

Alberto da Silva, citado hoje pela ANG (Agência de Notícias da Guiné-Bissau), explicou que a EAGB (Energia e Águas da Guiné-Bissau) trabalhava em parceria com a empresa senegalesa "Mat-Force" para o fornecimento de energia, com o apoio do Banco Mundial, tendo o contrato terminado no último dia 05.

Foi esse o motivo da diminuição da produção, disse, acrescentando que, ao contrário do que se diz em Bissau, não há falta de combustível para alimentar os grupos de geradores.