Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guiné-Bissau: Antigo Procurador-Geral da República diz ter sido agredido por militares

Lusa

  • 333

Bissau, 23 dez (Lusa) - O antigo Procurador-Geral da República da Guiné-Bissau Edmundo Mendes disse hoje ter sido agredido fisicamente no sábado a noite, na cidade de Cacheu, por militares e elementos da Guarda Nacional Guineense.

Em conferência de imprensa na sua residência, Edmundo Mendes, que exerceu o cargo de Procurador-Geral guineense entre agosto de 2011 e agosto de 2012, afirmou que tem sido "alvo de perseguições" desde que deixou o cargo de Procurador.

"Quando deixei o cargo de (Procurador) prometi a mim mesmo não falar publicamente e não tenho estado a falar, mas desde o dia a seguir em que fui exonerado tenho sido alvo de perseguições permanentes e cada vez com mais intensidade", notou Edmundo Mendes.