Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guiné-Bissau: 37 crianças foram jogar futebol na Costa do Marfim e não conseguem regressar a casa

Lusa

  • 333

Bissau, 29 ago (Lusa) - Trinta e sete crianças da Guiné-Bissau que participaram num torneio de futebol na Costa do Marfim estão há duas semanas sem poder regressar a casa, disse hoje à Lusa Roberto Metcha, familiar de uma delas.

Roberto Metcha, que lidera uma comissão criada pelos pais e encarregados de educação das crianças, para tentar encontrar formas de as trazer de volta, contou à Lusa que os jovens, com idades entre 10 e 15 anos, foram levados por um "agente de futebol" para um torneio na Costa do Marfim que terminou há mais de duas semanas.

"Estamos preocupadíssimos com as nossas crianças. Eu tenho lá o meu filho de dez anos. Eu e mais outros pais estamos a tentar ver a partir de Bissau, junto das nossas autoridades, com instituições que tratam de questões das crianças e com pessoas de boa vontade, como fazer regressar as nossas crianças da Costa do Marfim", disse Metcha.