Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guardas prisionais avançam com 40 dias de greve

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 abr (Lusa) -- Os guardas prisionais vão avançar com uma greve de 40 dias, dividida em dois períodos entre maio e agosto, para exigir a contratação de mais 800 efetivos e contestar cortes nas horas extraordinárias, disse hoje à Lusa fonte sindical.

A greve foi aprovada na quarta-feira à noite por unanimidade numa reunião da direção do Sindicato Independente do Corpo da Guarda Prisional (SICGP).

IMA // HB