Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Grupo luso-guineense acorda com Governo de Transição eletricidade no norte da Guiné-Bissau

Lusa

  • 333

Bissau, 19 nov (Lusa) - Um grupo constituído por três empresários portugueses e um guineense rubricou com o Governo de transição da Guiné-Bissau um protocolo para o fornecimento de energia elétrica para as populações de três localidades no norte do país.

Em declarações à Agência Lusa, Luís Neves, sócio do grupo Eletrobissau (constituído pelos portugueses Dinis Carvalho, Luís Neves e Francisco Melo e o empresário guineense Carambá Turé) explicou que se tudo correr como previsto até ao final do ano uma das localidades terá energia elétrica.

As localidades de Bula, Canchungo e Cacheu são as contempladas no projeto, mas Canchungo é a vila que deverá ter energia mais rapidamente já que possui 30 por cento de equipamentos, assinalou Luís Neves.