Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Grupo dentro dos CTT de Carnide disposto a prolongar o protesto toda a noite

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 mai (Lusa) -- O presidente da Junta de Freguesia de Carnide garantiu que o grupo de dez pessoas no interior da estação dos CTT do bairro lisboeta só sairá quando tiver garantias de uma reunião com a administração da empresa.

"Estamos fechados dentro da estação, somos cerca de dez pessoas e, no exterior, há dezenas de pessoas que entretanto chegaram para apoiar esta ação de luta contra o encerramento dos CTT na freguesia de Carnide. Ficaremos o tempo necessário até ter certeza que vamos reunir com a administração da empresa", afirmou cerca das 22:30 à agência Lusa o autarca Paulo Quaresma.

Segundo o responsável, o grupo de manifestantes está acompanhado por dois agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), tendo já havido uma desmobilização dos restantes operacionais da força policial que ali estavam mobilizados desde o final da tarde.