Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Grupo canadiano abandona prospeção mineira em Moçambique

Lusa

  • 333

Maputo, 21 dez (Lusa) - O grupo mineiro canadiano African Queen Mines anunciou o abandono da exploração do projeto Rei Salomão, em Tete, no centro de Moçambique, que cobria uma área de 230 quilómetros quadrados, após obter resultados negativos nas prospeções.

"No decurso dos últimos três anos foram efetuadas prospeções bem como estudos geofísicos e geoquímicos que não tiveram qualquer resultado positivo indicativo de que pudesse haver depósitos de ouro ou outros minerais comercialmente viáveis", informou o grupo em comunicado divulgado na sua página oficial na Internet.

O projeto Rei Salomão estava a ser desenvolvido em parceria com a empresa Opti Metal Trading Limited, sedeada na Suíça, mas o grupo canadiano detinha uma participação de 51 por cento da ações do grupo.