Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Grupo anarquista reivindica autoria de explosão na basílica do Pilar de Saragoça

Lusa

  • 333

Madrid, 03 out (Lusa) - O autodenominado "Comando Insurreccional Mateo Morral" reivindicou hoje, em comunicado, a responsabilidade pela colocação do artefacto que deflagrou na terça-feira, causando importantes danos materiais, na basílica do Pilar de Saragoça (Espanha).

Trata-se do mesmo grupo que em fevereiro reivindicou responsabilidade pela colocação de outro engenho explosivo na catedral da Almudena de Madrid, na altura desmantelado pela polícia.

A explosão de terça-feira de um artefacto que utilizou uma botija de gás causou importantes danos materiais próximo do órgão da basílica que na altura estava aberta a turistas.