Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo/2 anos: Passos foi "desilusão absoluta" e balanço é "péssimo" - Mário Soares

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O ex-Presidente da República Mário Soares disse hoje que Passos Coelho se revelou "uma desilusão absoluta" como primeiro-ministro, considerando que os dois primeiros anos de Governo PSD/CDS foram "péssimos para Portugal" e "a melhor inversão era irem-se embora".

"Acho que foram dois anos péssimos para Portugal", começou por afirmar o antigo chefe de Estado, em declarações à Lusa e à rádio Antena 1 na sua fundação, à margem de uma sessão de apresentação do livro "Memória de Tortura e Resistência", de Joaquim Monteiro Matias.

Para o fundador do PS, o balanço destes dois anos de mandato é absolutamente negativo: "Todas as coisas pioraram, indiscutivelmente, como todo o país sabe".