Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo turco ordena inquérito a médicos que assistiram manifestantes

Lusa

  • 333

Istambul, 14 jun (Lusa) -- O Governo turco ordenou a abertura de inquéritos aos médicos que assistiram os manifestantes desde o início do movimento de contestação ao primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, denunciou hoje a União dos Médicos da Turquia (TTB).

"O inspetor-chefe do Ministério da Saúde, Izzet Tasçi, fez saber, numa mensagem com data de 13 de junho e dirigida à Câmara dos médicos de Istambul, que ordenou um inquérito às enfermarias improvisadas que forneceram assistência médica aos resistentes [numa referência aos manifestantes]" em Istambul, afirmou, em conferência de imprensa, Osman Ozturk, um dos responsáveis da TTB.

"Pediu-nos para enviar com urgência a lista dos nomes dos que trabalharem nessas enfermarias, e dos doentes que foram assistidos", acrescentou o médico.