Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo reafirma equidistância nas eleições do COP e pede o mesmo a Luís Santos

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 mar (Lusa) - O secretário de Estado do Desporto e Juventude garantiu hoje que o Governo "mantém igual equidistância" face aos dois candidatos ao Comité Olímpico de Portugal e considerou que Luís Santos, presidente da Fundação do Desporto, deve fazer o mesmo.

"Como não podia deixar de ser, o Governo mantém total equidistancia relativamente aos dois candidatos ao Comité Olimpico de Portugal (COP), bem como face a respetivas equipas e programas eleitorais", disse à Agência Lusa Alexandre Mestre, ao regressar hoje da Suíça, onde esteve numa reunião promovida pela Agência Mundial Antidopagem.

A propósito da tomada de posição pública de Luís Santos, que, em texto divulgado pela candidatura de Marques da Silva, dirigiu várias críticas à lista de José Manuel Constantino, Alexandre Mestre comentou: "O mesmo [manter a equidistância] deve acontecer com o cidadão Luis Santos, que desempenha funções de presidente da Fundação do Desporto e que, nessa qualidade, deve trabalhar com qualquer que seja a liderança do COP".