Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo quer rever acordo do Museu Berardo porque há "cláusulas excessivas" - SEC

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 fev (Lusa) - O secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, disse hoje, no parlamento, que o Governo quer rever o acordo com o empresário e colecionador Joe Berardo sobre o museu instalado em Belém porque existem "cláusulas excessivas".

O responsável pela tutela da cultura falava numa audição na Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, na Assembleia da República, onde foi interpelado pelos deputados sobre várias questões, sobretudo relacionadas com os apoios às artes e sobre o património.

Questionado pelos deputados sobre a situação do Museu Coleção Berardo, inaugurado em 2007 com um acervo de 862 obras de arte no âmbito de um acordo até 2016, o secretário de Estado indicou que a intenção é "rever cláusulas excessivas que penalizam o Estado".