Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo quer mais cortes nas empresas públicas

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 abr (Lusa) - O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, apontou hoje a redução de custos com as empresas públicas como um dos caminhos para compensar o chumbo de normas orçamentais pelo Tribunal Constitucional.

A proposta do Orçamento do Estado 2013 já previa uma redução de custos operacionais no Setor Empresarial do Estado (SEE), um corte de 14% nas indemnizações compensatórias às empresas que prestam serviço público e a redução do investimento a realizar pelas empresas públicas.

Este ano, o Estado deverá gastar cerca de 312 milhões de euros com indemnizações compensatórias às empresas que prestam serviço público, menos 41 milhões do que no ano passado, medida que foi aprovada na passada quinta-feira em Conselho de Ministros.