Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo quer aproveitar fundos comunitários e fazer do Mar desígnio nacional

Lusa

  • 333

Faro, 08 mai (Lusa) -- O secretário de Estado do Mar defendeu hoje a necessidade de os portugueses contribuírem para a Estratégia Nacional para o Mar 2013-2020, para que se possa conseguir o máximo de financiamento comunitário e fazer desta área um "desígnio nacional".

Após participar, em Faro, num debate sobre a estratégia, cuja versão preliminar foi apresentada pelo Governo e está agora em período de consulta pública até ao final de maio, Manuel Pinto de Abreu disse que o novo quadro comunitário de apoio permite um maior recurso a fundos destinados à área do Mar e Portugal deve ser capaz de preparar projetos que possam conseguir esses apoios.

"Aumentam as oportunidades, fundamentalmente a nível europeu. Anteriormente a UE não tinha o reconhecimento de um fundo, por exemplo, para a política marítima integrada e neste momento tem, além do fundo para as pescas, que se mantém", afirmou o governante aos jornalistas.