Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo português elogia nomeação de Ramos-Horta para missão da ONU na Guiné-Bissau

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 jan (Lusa) -- O Governo português elogiou hoje a nomeação de José Ramos-Horta para representante especial do secretário-geral da ONU na Guiné-Bissau, esperando que o mandato do ex-Presidente timorense contribua para "ultrapassar a instabilidade político-militar" no país africano lusófono.

Em comunicado enviado à Lusa, o Ministério dos Negócios Estrangeiros português "congratula-se com a decisão" para "o exigente cargo", anunciada na segunda-feira.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, decidiu nomear o ex-Presidente de Timor-Leste e Prémio Nobel da Paz para seu representante especial na Guiné-Bissau e chefe do UNIOGBIS (Escritório Integrado das Nações Unidas na Guiné-Bissau), com efeitos a partir de 01 de janeiro.