Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo nigeriano assume pagamento de salários em atraso ao selecionador

Lusa

  • 333

Lagos, Nigéria 29 nov (Lusa) - O governo nigeriano comprometeu-se a pagar os cinco meses de salário em atraso do selecionador nacional de futebol, Stephen Keshi, anunciou o ministro dos desportos Bolaji Abdullahi.

O ministro Abdullahi explicou na quinta-feira que recebeu o aval do presidente Goodluck Jonathan para que fosse o governo a assumir o pagamento da dívida. Keshi e os seus adjuntos têm a receber um total de 78 milhões de naira (cerca de 357 mil euros).

Keshi, que ganha por mês 5 milhões de naira (23 mil euros), deixou de receber salário há cinco meses. O treinador conduziu a seleção nigeriana à vitória na Taça das Nações Africanas e à qualificação para o Mundial2014 no Brasil.