Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo não garante manutenção de todos os postos de trabalho nos CTT após privatização

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 out (Lusa) - O ministro da Economia, Pires de Lima, disse hoje no Parlamento que o Executivo não pode garantir que não haja despedimentos nos CTT após a privatização, que acontecerá até ao final do ano.

"Não posso assegurar que não haja despedimentos porque a empresa vai passar para a esfera privada", afirmou aos jornalistas o governante, no final da sua audição na comissão de economia e obras públicas, no Parlamento.

Antes, durante os trabalhos da comissão, Pires de Lima tinha anunciado que a dispersão do capital dos Correios de Portugal (CTT) vai ocorrer até ao final da primeira semana de dezembro, considerando que "é o momento certo" para privatizar os CTT.