Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo "não está minimamente a apostar no crescimento e no emprego" - UGT

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 jan (Lusa) - O secretário-geral da UGT, João Proença, afirmou hoje que as previsões do Banco de Portugal, que agravam a recessão da economia estimada para 2013, confirmam que "este Governo não está minimamente a apostar no crescimento e no emprego".

"Há uma queda brutal do consumo e 60% do produto vem do consumo. O Governo só apostava nas exportações e é evidente que as exportações agora até estão a falhar", uma vez que os mercados europeus, como o espanhol, o alemão e o francês estão também a sentir dificuldades, disse João Proença, à margem de uma reunião com o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, para debater o programa de estágios 'Impulso Jovem', que decorreu hoje em Lisboa.

Para o dirigente da União Geral de Trabalhadores (UGT), "tem de aumentar o investimento e tem de aumentar o consumo e tem de se discutir estas matérias".